Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Gênesis    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 2   † 

(Versículos e sumário)

2 Assim pois foram acabados o céu e a terra com todos os seus ornatos.

2 E acabou Deus no dia sétimo a obra, que tinha feito, e descansou no dia sétimo de toda a obra que fizera.

3 E abençoou o dia sétimo, e o santificou; porque nele mesmo cessara de toda a sua obra, que Deus criou para fazer.

4 Tal foi a origem do céu, e da terra; e assim é que foram criados no dia, que o Senhor os criou,

5 E que criou todas as plantas do campo, antes que elas nascessem na terra; e todas as ervas do campo, antes que brotassem; porque ainda o Senhor Deus não tinha feito chover sobre a terra, nem havia ainda homem que a cultivasse,

6 Mas da terra saía uma fonte, que lhe regava toda a superfície.

7 Formou pois o Senhor Deus ao homem do barro da terra, e inspirou no seu rosto um assopro de vida; e foi feito o homem em alma vivente.

8 Ora, o Senhor Deus, tinha plantado desde o princípio um paraíso, ou jardim delicioso, no qual pôs ao homem, que tinha formado.

9 Tinha também o Senhor Deus produzido da terra toda a casta de árvores formosas à vista, e cujo fruto era suave para comer; e a árvore da vida no meio do paraíso, com a árvore da ciência do bem e do mal.

10 Deste lugar de delícias saía um rio, que regava o paraíso, o qual dali se divide em quatro canais.

11 Um se chama Fison; e este é o que torneia todo o país de Evilath, onde nasce ouro.

12 E o ouro desta terra é excelente; ali também se acha o bdélio e a pedra cornelina.

13 O segundo rio chama-se Gehon; este é o que torneia todo o país da Etiópia.

14 O terceiro rio chama-se o Tigre, que corre para a banda dos assírios; e o quarto destes rios é o Eufrates.

15 Tomou pois o Senhor Deus ao homem, e pô-lo no paraíso das delícias, para ele o hortar e guardar.

16 E deu-lhe esta ordem, dizendo: Come de todos os frutos das árvores do paraíso.

17 Mas não comas do fruto da árvore da ciência do bem e do mal, porque em qualquer dia que comeres dele, de morte, morrerás.

18 Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; façamos-lhe um adjutório semelhante a ele.

19 Tendo pois o Senhor Deus formado da terra todos os animais terrestres e todas as aves do céu, ele os trouxe a Adão, para este ver como os havia de chamar; porque todo o nome, que Adão pôs de alma vivente, esse é o seu nome.

20 E chamou Adão pelos seus próprios nomes a todos os animais, a todas as aves do céu, e a todas as bestas da terra; mas não se achava para Adão adjutório semelhante a ele.

21 Infundiu pois o Senhor Deus um profundo sono a Adão, e quando ele estava dormindo, tirou uma das suas costelas, e encheu de carne o lugar donde a tinha tirado.

22 E da costela, que tinha tirado de Adão, formou o Senhor Deus a mulher, e a trouxe a Adão.

23 Então disse Adão: eis aqui agora o osso de meus ossos e a carne da minha carne. Esta se chamará Virago, porque de varão foi tomada.

24 Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e se unirá a sua mulher, e serão dois numa mesma carne.

25 Ora, Adão e sua mulher estavam ambos nus e não se envergonhavam.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt — Estudo do Velho Testamento com Haroldo Dutra Dias


.

Abrir