Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Gênesis    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 7

(Versículos e sumário)

7 Depois disse o Senhor a Noé: Entra na arca tu e toda a tua casa: porque vi que eras justo diante de mim, dentre os desta geração.

2 Toma de todos os animais limpos sete machos e sete fêmeas; e dos animais imundos dois machos e duas fêmeas.

3 Toma também das aves do céu sete machos e sete fêmeas, para se conservar a casta sobre a face de toda a terra.

4 Porque daqui a sete dias eu farei chover sobre a terra quarenta dias e quarenta noites; e destruirei da superfície da terra todas as criaturas, que fiz.

5 Fez pois Noé tudo o que o Senhor lhe tinha ordenado.

6 Tinha ele seiscentos anos de idade, quando as águas do dilúvio inundaram a terra.

7 Entrou Noé na arca com seus filhos, sua mulher, e as mulheres de seus filhos com ele, para se salvarem das águas do dilúvio.

8 Os animais limpos, e os imundos, e as aves com tudo o que se move na terra,

9 Entraram também na arca com Noé dois e dois, macho e fêmea, conforme o Senhor tinha mandado a Noé.

10 Passados pois que foram os sete dias, se derramaram sobre a terra as águas do dilúvio.

11 No ano seiscentos da vida de Noé, no dia dezessete do segundo mês do mesmo ano se romperam todas as fontes do grande abismo, e se abriram as cataratas do céu.

12 E caiu a chuva sobre a terra quarenta dias e quarenta noites.

13 Ao ponto que chegou aquele dia, entrou Noé na arca com seus filhos Sem, Cão e Jafé, sua mulher, e as três mulheres de seus filhos com eles;

14 E todos os animais segundo o seu gênero, entraram também com eles; todas as bestas segundo o seu gênero; tudo o que se move sobre a terra, segundo o seu gênero; tudo o que voa segundo o seu gênero; todas as aves e tudo o que se eleva no ar.

15 Todos estes animais entraram com Noé na arca, dois e dois de toda a carne, em que havia respiração de vida.

16 Os que entraram pois, eram machos e fêmeas de toda a carne, conforme Deus o tinha mandado a Noé; e o Senhor o fechou por fora.

17 Seguiu-se o dilúvio, que durou quarenta dias sobre a terra; e as águas cresceram, e elevaram a arca muito alto por cima da terra.

18 Porque crescendo muito a inundação, cobriram as águas tudo na superfície da terra; a arca porém era levada sobre as águas.

19 As águas cresceram, e engrossaram prodigiosamente por cima da terra; e todos os mais elevados montes, que há debaixo do céu, ficaram cobertos.

20 Tendo a água chegado ao cume dos montes, elevou-se ainda por cima deles quinze côvados.

21 Toda a carne que se move sobre a terra foi consumida; todas as aves, todos os animais, todas as bestas, e tudo o que anda de rastos sobre a terra.

22 E todos os homens morreram; e geralmente tudo o que tem vida e respira debaixo do céu.

23 Todas as criaturas, que havia sobre a terra, desde o homem até às bestas; tanto as que andam de rastos, como as que voam pelo ar, tudo pereceu na terra. Ficaram somente Noé, e os que estavam com ele na arca.

24 E as águas tiveram a terra coberta cento e cinquenta dias.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt — Estudo do Velho Testamento com Haroldo Dutra Dias


.

Abrir