Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Ruth    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 1

(Versículos e sumário)

1 No tempo de um juiz, quando os juízes governavam, houve uma fome na terra. E um homem de Belém de Judá saiu a peregrinar no país de Moab com sua mulher e dois filhos.

2 Chamava-se ele Elimelech, e sua mulher Noemi; e os dois filhos, um se chamava Mahalon, e outro Quelion, eram de Efrata de Belém de Judá. E tendo entrado no país dos Moabitas, moraram ali.

3 E morreu Elimelech marido de Noemi; ela ficou com os filhos.

4 Os quais casaram com mulheres de Moab, uma chamava-se Orfa, e a outra Ruth. E assistiram ali dez anos,

5 E morreram ambos, a saber, Mahalon e Quelion; e ficou sem os dois filhos e sem marido.

6 E resolveu-se a tornar para a sua pátria com as suas duas noras Moabitas; porque tinha ouvido que o Senhor tinha olhado para o povo, e lhe havia dado de que se sustentar.

7 Saiu pois do lugar da sua peregrinação com as suas duas noras; e indo já no caminho de volta para a terra de Judá,

8 Disse para elas: Ide para casa de vossa mãe, o Senhor use convosco de misericórdia, bem como vós usastes com os que morreram e comigo.

9 E ele vos faça achar descanso em poder dos maridos, com quem tiverdes a sorte de casar. Depois beijou-as. E elas em alta voz começaram a chorar,

10 E a dizer: Nós havemos de ir contigo para o teu povo.

11 Ela lhes respondeu: Voltai, minhas filhas, porque quereis vós ir comigo? Porventura tenho eu ainda alguns filhos no meu ventre, para que possais esperar de mim maridos?

12 Voltai, minhas filhas, e ide-vos; porque já estou acabada de velhice, e incapaz de tornar a casar. Ainda quando eu pudesse conceber esta mesma noite, e parir filhos,

13 Se vós quisésseis esperar até que crescessem, e chegassem aos anos de puberdade, primeiro vos faríeis velhas, do que casásseis. Não, minhas filhas, não queirais tal porque a vossa aflição acrescenta a minha, e a mão do Senhor descarregou sobre mim.

14 Elas, levantando a voz, começaram de novo a chorar; Orfa beijou a sua sogra, e foi-se; porém Ruth acompanhou a sua sogra.

15 E Noemi lhe disse: Eis se foi tua cunhada para o seu povo, e para os seus deuses, vai tu com ela.

16 A qual lhe respondeu: Não te ponhas contra mim obrigando-me a deixar-te e a ir-me; porque para onde quer que tu fores, irei eu; e onde quer que tu ficares, ficarei eu também. O teu povo será o meu povo, e o teu Deus o meu Deus.

17 A terra em que tu morreres, nessa morrerei; e ali terei o meu sepulcro. Isto me faça o Senhor, e ainda mais, se outra coisa que a morte me separar de ti.

18 Vendo pois Noemi, que Ruth tão obstinadamente insistia em querer ir com ela, não a quis mais contradizer, nem persuadir-lhe que voltasse para os seus;

19 E partiram juntas, e chegaram a Belém. Na qual cidade tanto que entraram, logo por todos correu esta notícia; e as mulheres diziam; esta é aquela Noemi.

20 Às quais ela respondeu: Não me chameis Noemi, (isto é, formosa) mas chamai-me Mara, (isto é, amargosa) porque o Todo Poderoso me encheu de extrema amargura.

21 Eu saí daqui cheia, e o Senhor me fez voltar vazia. Porque me chamais logo Noemi, a quem o Senhor humilhou, e o Todo Poderoso afligiu?

22 Veio pois Noemi com Ruth Moabita, sua nora, da terra da sua peregrinação; e voltou para Belém, quando se começavam a segar as cevadas.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir