Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Ruth    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 3

(Versículos e sumário)

3 Tendo Ruth voltado para sua sogra, esta lhe disse: Minha filha, eu ando cuidando em te pôr em descanso, e o farei de modo que fiques bem.

2 Este Booz, com cujas moças tu andaste unida no campo, é nosso parente chegado, e esta noite há de alimpar a sua cevada na eira.

3 Lava-te pois, e unge-te e toma os teus melhores vestidos, e vai à sua eira. Não te veja este homem, menos que não tenha acabado de comer e beber.

4 E quando se for deitar, nota bem o lugar em que dorme; e irás, e levantar-lhe-ás a capa com que se cobre da parte dos pés; e ali te deitarás, e te deixarás estar; e ele te dirá o que deves fazer.

5 Ela lhe respondeu: Farei tudo o que ordenas.

6 E partiu para a eira, e fez tudo o que sua sogra lhe tinha mandado.

7 E quando Booz, depois de ter comido, estava mais alegre, e se foi deitar a dormir ao pé duma meda, veio ela muito de mansinho, e tendo-lhe levantado a capa pelos pés, deitou-se ali.

8 E eis que pela meia-noite espertou o homem espavorido, e turbado; e viu uma mulher deitada aos pés,

9 E lhe disse: Quem és tu? Ela lhe respondeu: Sou Ruth tua escrava. Estende a tua capa sobre a tua serva, porque és parente chegado.

10 E ele disse: Filha, bendita sejas do Senhor, que excedeste a tua primeira bondade com esta de agora; pois que não buscaste mancebos pobres, ou ricos.

11 Não temas pois que eu te farei tudo que me disseres; porque todo o povo, que mora das portas para dentro da minha cidade, sabe que és uma mulher de virtude.

12 Nem eu nego que sou teu parente, mas há outro mais próximo.

13 Descansa esta noite; e quando for manhã, se ele te quiser receber pelo direito de parentesco, muito embora; mas se o não quiser, viva o Senhor, que eu indubitavelmente te hei de receber. Dorme até pela manhã.

14 Dormiu ela pois a seus pés, até que se passou a noite. E levantou-se antes que os homens se pudessem entre conhecer, e Booz lhe disse: Vê, não saiba ninguém que vieste aqui.

15 E ajuntou: Estende a capa com que te cobres, segura-a bem com ambas as mãos. Tendo-a Ruth estendido, e segurando-a, ele lhe mediu seis alqueires de cevada, e lhos pôs em cima. Ela carregada com eles entrou na cidade.

16 E voltou para sua sogra. Esta lhe disse: Que fizeste, filha? E ela lhe contou tudo o que o homem lhe fizera.

17 E acrescentou: eis aqui seis alqueires de cevada que ele me deu, dizendo: Não quero que tornes vazia para tua sogra.

18 E Noemi lhe disse: Espera, filha, até vermos em que para este negócio; porque Booz não há de descansar, enquanto não cumprir o que disse.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir