Bíblia do Caminho Testamento Kardequiano

Revista espírita 1863 — Ano VI©

Jornal de estudos psicológicos.
(Édition Française)

CONTÉM: O relato das manifestações materiais ou inteligentes dos Espíritos, aparições, evocações, etc., bem como todas as notícias relativas ao Espiritismo. — O ensino dos Espíritos sobre as coisas do mundo visível e do invisível; sobre as ciências, a moral, a imortalidade da alma, a natureza do homem e o seu futuro. — A história do Espiritismo na Antiguidade; suas relações com o magnetismo e com o sonambulismo; a explicação das lendas e das crenças populares, da mitologia de todos os povos, etc. — Publicada sob a direção de ALLAN KARDEC.


Todo efeito tem uma causa. Todo efeito inteligente tem uma causa inteligente. O poder da causa inteligente está na razão da grandeza do efeito.


Índice.

SISTEMA DE PESQUISA ON-LINE DA REVISTA ESPÍRITA


Janeiro. | Fevereiro. | Março. | Abril. | Maio. | Junho. | Julho. | Agosto. | Setembro. | Outubro. | Novembro. | Dezembro.

Janeiro 1863. | Estudos sobre os possessos de Morzine. — Causas da obsessão e meios de combatê-la. (2º artigo. — Anexado ao primeiro.) | Os servos. — História de um criado. | Boïeldieu na milésima representação da Dama Branca. | Carta sobre o Espiritismo, por Tibulle Lang. | Algumas palavras sobre o Espiritismo, pelo Sr. C***. | Resposta a uma pergunta sobre o Espiritismo, do ponto de vista religioso. | Identidade de um Espírito encarnado. (Através da evocação pelo Sr. Delanne de sua esposa, médium escrevente, que estava naquele momento adormecida e distante em viagem.) | Barbárie na civilização. (Horrível suplício de um negro condenado e executado por um júri popular por agressão sexual a uma jovem de cor branca.) | Dissertações  espíritas. | Chegada do inverno. — Convite à caridade, por Sanson. | A lei do progresso. (Missão dos reformadores, por um Espírito Protetor. Nota: Esta comunicação foi recebida na sessão geral presidida pelo Sr. Allan Kardec.) | Bibliografia. | A pluralidade dos mundos habitados, por Camille Flammarion. | Outro. | Subscrição em favor dos operários de Rouem.


Fevereiro 1863. | Estudos sobre os possessos de Morzine. — Causas da obsessão e meios de combatê-la. (3º artigo. — Anexado ao primeiro.) | Sermões contra o Espiritismo. | A loucura espírita. — Resposta ao Sr. Burlet, de Lyon. | Círculo espírita de Tours. | Variedades. | Cura por um Espírito. | Dissertações  espíritas. | Paz aos homens de boa vontade, por F. D., antigo magistrado. | Poesia espírita. | O doente e o médico, pelo Espírito batedor de Carcassone. | Outro. | Subscrição Ruanesa.


Março 1863. | A luta entre o passado e o futuro. | Falsos irmãos e amigos inábeis. | Morte do Sr. Guillaume Renaud, de Lyon. | Resposta da Sociedade Espírita de Paris a questões religiosas. | François-Simon Louvet, do Havre. — Sexagenário suicida. | Conversas de além-túmulo. | Clara Rivier. | Outros. | Fotografia dos Espíritos. (Exemplo de meios que podem simular aparições em fotografias.) | Variedades. | Pastoral do Sr. Bispo de Argel sobre o Espiritismo. | Sr. Home em Paris. | Sobre os supostos médiuns americanos Sr. e Sra. Girrood. | Poesias espíritas. | Por que se lamentar? por Um Espírito Protetor. | Mãe e filho, assinado: Teu anjo de Guarda. | Outro. | Subscrição ruanesa. (Continuação. — Anexada à primeira.)


Abril 1863. | Estudos sobre os possessos de Morzine. — Causas da obsessão e meios de combatê-la. (4º artigo. — Anexado ao primeiro.) | Resultado da leitura das obras espíritas. | Os sermões continuam mas não se assemelham (Sermões a respeito do Espiritismo.) | Suicídio falsamente atribuído ao Espiritismo. (Suicídio de um casal de idosos desafortunados.) | Variedades. | Fanatismo religioso. (O caso do casal religioso que mantinha a filha amarrada e seviciada, porque a filha fazia mal as preces.) | Os Espíritos e o Espiritismo. — Pelo Sr. Flammarion. | Dissertações  espíritas. | Cartão de visita do Sr. Jobard, pelo próprio. | Sede severos convosco e indulgentes com os vossos irmãos, por François-Nicolas Madeleine. | Festa de Natal, por São Luís. | Outros. | Encerramento da subscrição ruanesa. (Último artigo. — Anexado ao primeiro.) | Aos leitores da Revista. (Kardec fala da organização dos artigos na Revista Espírita.)


Maio 1863. | Estudos sobre os possessos de Morzine. — CAUSAS DA OBSESSÃO E MEIOS DE COMBATÊ-LA. (5º e último artigo. — Anexado ao primeiro.) | Algumas refutações de Allan Kardec às prédicas contra o Espiritismo. | Conversas familiares de além-túmulo. | Sr. Philibert Viennois. | Outros. | Um argumento terrível contra o Espiritismo. — História de um asno. (O caso da senhora que havia crido que seu marido reencarnara em um animal e que foi narrado do púlpito, por um sacerdote.) | Algumas palavras sérias a propósito de bordoadas. — História fictícia narrada por um correspondente, onde, numa reunião havida em casa do Sr. Kardec, todos os assistentes foram mimoseados a cacetadas pelos Espíritos. | Exame das comunicações mediúnicas que nos são enviadas. | Questões e problemas. | Espíritos incrédulos e materialistas. | Outro. | Nota bibliográfica. — Kardec justifica sua neutralidade na apreciação de obras noviças antes da formação de opinião geral.


Junho 1863. | Do princípio da não-retrogradação do Espírito. | Algumas refutações. (2.° artigo. — Anexado ao primeiro.) | Orçamento do Espiritismo ou exploração da credulidade humana. (Brochura que quer demonstrar as vantagens pecuniárias proporcionadas pelo Espiritismo a Allan Kardec. Excertos da brochura e comentários do Codificador.) | Um Espírito premiado nos Jogos Florais. | Considerações sobre o Espírito batedor de Carcassone. | Meditações sobre o futuro. — Poesia pela Sra. Raoul de Navery. Inspiração espontânea de uma pessoa que, até há pouco, considerava as crenças espíritas como utopia. | Dissertações  espíritas. | Conhecer-se a si mesmo, por La Fontaine. | A amizade e a prece, anônimo. | O futuro do Espiritismo, por Um filósofo do outro mundo. | Nota bibliográfica. (Notícia da revista quinzenal de Bordeaux: A colmeia bordelêsa, revista do ensino dos Espíritos.)


Julho 1863. | Dualidade do homem provada pelo sonambulismo, estado no qual torna-se possível verificar a independência do Espírito e da matéria. | Caráter filosófico da Sociedade Espírita de Paris. | Aparições simuladas no teatro. | Um quadro mediúnico na Exposição de Constantinopla. | Um novo jornal espírita na Sicília. | Os médiuns e os Espíritos, comunicação assinada O Dante. | O poder da vontade sobre as paixões. | Primeira carta ao Padre Marouzeau. | Uma expiação terrestre. | Max, o mendigo. (O que fora príncipe e agora apelidado de Senhor Conde mendigava em suas terras e em seu antigo castelo.) | Dissertações  espíritas. | Bem-aventurados os que têm fechados os olhos, por Vianney, cura d’Ars. | O arrependimento, por João, discípulo. | Os fatos realizados, por Erasto. (Esta comunicação foi dada a propósito de um relatório feito à Sociedade Espírita de Paris sobre os novos Grupos, que se formam em toda parte, na França e no estrangeiro.) | Períodos de transição na humanidade, por Lamennais. | Sobre as comunicações espíritas, por Santo Agostinho.


Agosto 1863. | Jean Reynaud e os precursores do Espiritismo. | Pensamentos espíritas em vários escritores. | Destino do homem nos dois mundos. | Ação material dos Espíritos sobre o organismo. | Ainda uma palavra sobre os espectros artificiais e ao Sr. Oscar Comettant. | Questões e problemas. | Mistificações. | Infinito e indefinido. (Porque foi empregado infinito e não indefinido na expressão: Tudo quanto é desconhecido é infinito; do Livro dos Espíritos questão n.° 2.) | Conversas familiares de além-túmulo. | Sr. Cardon, médico, morto em setembro de 1862. | Dissertações  espíritas. | O Espírito de Jean Reynaud. | Medicina homeopática, por Samuel Hahnemann. | Correspondência. | Carta do Sr. T. Jaubert, de Carcassone. (Agradecendo o título de membro honorário da Sociedade Espírita de Paris.)


Setembro 1863. | União da Filosofia e do Espiritismo. (Introdução a um trabalho completo que o autor, Sr. Herrenschneider, se propõe fazer sobre a necessidade da aliança entre a filosofia e o Espiritismo.) | Questões e problemas. | Sobre a expiação e a prova. | Outros. | Segunda carta do Padre Marouzeau. | O Écho de Sétif ao Sr. Leblanc de Prébois. (Extratos de um artigo sobre a brochura do Sr. Leblanc de Prébois: O orçamento do Espiritismo.) | Notas bibliográficas. | Revelações sobre minha vida sobrenatural. — Por Daniel Dunglas Home. | Sermões sobre o Espiritismo. (Sermões pregados na Catedral de Metz, a 27, 28 e 29 de maio de 1863, pelo rev. Pe. Letierce, da Companhia de Jesus. Refutados por um espírita de Metz e precedidos de considerações sobre a loucura espírita.) | Dissertações  espíritas. | Uma morte prematura, comunicação de uma jovem que morreu queimada. | O purgatório, por Lamennais. | A castidade, por Cécile Monvel. | O dedo de Deus, um Espírito Familiar. | O verdadeiro, um Espírito Familiar.


Outubro 1863. | Reação das ideias espiritualistas. (Em relação às ideias materialistas que predominam na sociedade atual.) | Enterro de um espírita na vala comum. | Inauguração do retiro de Cempuis. | Benfeitores anônimos. | Espíritos visitantes. | François Franckowski. | Outros. | Da proibição de evocar os mortos. | Dissertações  espíritas. | É permitido evocar os mortos, já que Moisés o proibiu? — Simeão, por Mateus. | Os falsos devotos, por Delphine de Girardin. | Longevidade dos patriarcas. (Sobre a longevidade de Matusalém e dos patriarcas hebreus), por Lamennais. | A voz de Deus, por Galileu. | O livre-arbítrio e a presciência divina, por um Espírito Familiar. | O Panteísmo, por Lázaro. | Notas bibliográficas. | O Espiritualismo racional. — Pelo Sr. G. -H. Love, engenheiro. | Sermões sobre o Espiritismo. (2º artigo. — Anexado ao primeiro.)


Novembro 1863. | União da Filosofia e do Espiritismo. (2º artigo. — Anexado ao primeiro.) | Pastoral do Sr. Bispo de Argel contra o Espiritismo. (Excertos da Carta circular e pastoral sobre a superstição dita Espiritismo pelo Bispo de Argel, Monsenhor Pavie, analisados por Allan Kardec.) | Exemplos da ação moralizadora do Espiritismo. | Novo sucesso do Espírito de Carcassone. | Pluralidade das existências e dos mundos habitados. — Pelo Dr. Gelpke. | Dissertações  espíritas. | A nova Torre de Babel, por São Luis. | O verdadeiro espírito das tradições, por Santo Agostinho.


Dezembro 1863. | Utilidade do ensino dos Espíritos. | O Espiritismo na Argélia. | Elias e João Batista. — Refutação. | São Paulo, precursor do Espiritismo. | Um caso de possessão. — O caso da senhorita Júlia, doméstica, nascida na Savoie, com vinte e três anos. | Período de luta. (Os seis períodos de estabelecimento do Espiritismo: o da curiosidade, o filosófico, o da luta, o religioso, o intermediário e finalmente o da regeneração social.) | Instrução dos Espíritos. | A guerra surda, por Erasto, discípulo de São Paulo, apóstolo. | Os conflitos, por Erasto | O dever, por Lázaro. | Sobre a alimentação do homem. (Sacrifício de animais oferecidos em holocausto. — Alimentação carnívora.), por Lamennais


.

Abrir