Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Cartas do Alto. — Autores diversos. ©


Índice

(2ª Parte da coletânea de mensagens inéditas de Chico Xavier publicadas no Reformador, revista da Federação Espírita Brasileira. Vide 1ª Parte.)

João Marcos Weguelin. | Organizador. — Dedicatória. - Agradecimentos. - Introdução: Sensação de dever cumprido.


MENSAGEM DE 1930.

1939. | 1. De uma epístola de Emmanuel. — Emmanuel.


MENSAGENS DE 1950.

1950. | 2. Mensagem de um velho combatente. — Afonso Angeli Torteroli.

1951. | 3. Aos espíritas. — Júlio Florentini. | 4. Ante o alvorecer. — Olavo Bilac.

1952. | 5. Ide e ajudai. — Amaral Ornellas.

1953. | 6. Visão. — Emmanuel. | 7. Linhas de Umbanda. — Emmanuel. | 8. Quando… — André Luiz. | 9. Aprendamos a solucionar os problemas “no templo da união fraternal” — Emmanuel. | 10. Mensagem fraterna. — Emmanuel.

1955. | 11. Sofre. — Cruz e Souza.

1956. | 12. Mensagem. — Abel. | 13. Façamos a luz. — Amaral Ornellas. | 14. Irmãos e amigos. — Bittencourt Sampaio. | 15. Auxílio aos que partem. — Emmanuel.

1957. | 16. Discernimento. — Emmanuel. | 17. Em saudação à Casa de Ismael. — Irmão X. | 18. Apontamento justo. — Irmão X.

1958. | 19. Doutrina renovadora. — Emmanuel. | 20. Calvário acima. — Agar. | 21. Anotemos. — Emmanuel. | 22. Diante da sombra. — Emmanuel. | 23. Perdão. — Emmanuel.

1959. | 24. Hipnotismo e Espiritismo. — Eurípedes Barsanulfo.


MENSAGENS DE 1960.

1961. | 25. Promessa. — Cruz e Souza.

1962. | 26. Comentários. — Casimiro Cunha.

1965. | 27. Mediunidade e discernimento. — Emmanuel. | 28. Sinais do caminho — Arthur Teóphilo. | 29. Notas da alma. — Mário de Azevedo. | 30. Perante a ofensa. — Emmanuel.

1966. | 31. Amparo. — Cornélio Pires. | 32. Mais Espiritismo. — Albino Teixeira. | 33. Soneto. — José Petitinga.

1967. | 34. Gula e avareza. — Cornélio Pires. | 35. Pergunta espírita. — Albino Teixeira.

1968. | 36. Reencontro. — Amadeu Amaral. | 37. Nota espírita. — Albino Teixeira. | 38. Razão para tolerar sempre. — Emmanuel. | 39. Desobsessão. — Alfredo Nora.

1969. | 40. Livro espírita. — Alfredo Nora. | 41. Petrópolis. — Pedro D’Alcântara. | 42. Trova. — Sebastião Lasneau


MENSAGENS DE 1970.

1971. | 43. Saudade e esperança. — Figueiredo Silva. | 44. Anotação simples. — Irmão X.

1972. | 45. Rogativa de paz. — Maria Dolores. | 46. Luz eterna — Emmanuel. | 47. Fim do século — Diante do Cristo e do futuro no Lar Terrestre. — Amaral Ornellas.

1973. | 48. Senhor Jesus. — Emmanuel.

1974. | 49. Perdão sempre. — Maria Dolores. | 50. Rogativa do viajor. — André Luiz. | 51. Nossos irmãos materialistas. — Emmanuel. | 52. Mediunidade e serviço. — Emmanuel. | 53. Na senda de luz. — Cruz e Souza. | 54. Progresso e elevação. — Emmanuel.

1975. | 55. Buscando mais luz. — Emmanuel. | 56. Passo a passo. — Emmanuel. | 57. Nos momentos difíceis. — Emmanuel

1976. | 58. A obra do Evangelho. — Bittencourt Sampaio. | 59. Mensagens de Engrácia Ferreira. — E. Ferreira. | 60. Sigamos vigiando. — Emmanuel. | 61. Diante da irritação. — Emmanuel. | 62. Trabalhemos pelo Evangelho. — Emmanuel. | 63. Carta a um jovem. — Emmanuel.

1977. | 64. No prumo da verdade. — Bittencourt Sampaio. | 65. Hospitalização carcerária. — Emmanuel. | 66. Magnetismo espiritual. — Michaelus.

1978. | 67. A importância do Centro Espírita. — Bezerra de Menezes. | 68. Carta a um filho espiritual. — Luiz Antônio de Araújo. | 69. Ideia de mistificação. — Emmanuel. | 70. Em torno da guerra. — Emmanuel.


MENSAGENS DE 1980.

1980. | 71. Mensagem do visconde de Ouro Preto. — Affonso Celso de Assis Figueiredo. | 72. Mensagem a Luis Guerrero Ovalle. — Emmanuel.

1982. | 73. Falando ao Brasil. — Castro Alves.

1987. | 74. Sobre o carnaval. — Emmanuel.

1989. | 75. Mãe. — Antônio Barros. | 76. Aos estudiosos. — Augusto dos Anjos


MENSAGENS DE 1990.

1995. | 77. Mensagem. — Abel Gomes.

1999. | 78. Saudade. — Antônio Serra.


MENSAGEM DE 2000.

2009. | 79. Nova luz. — Abel Gomes.


Referências bibliográficas.

ANEXOS: | Poetas do Outro Mundo. — Humberto de Campos. | Como cantam os mortos… — Humberto de Campos.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir