Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Fulgor no entardecer — Autores diversos


16


Tarefas interrompidas

  1 Em plena mediunidade,

  Quase sempre, no começo,

  O médium larga o serviço,

  Entre os muitos que conheço.


  2 Maricotinha Duarte

  Que mostrava tanta fé,

  Largou-se do compromisso,

  Alegando dor no pé.


  3 Outra jovem que deixou

  O trabalho que fazia,

  Dizendo-se fatigada

  Foi Adelaide Sofia.


  4 Afirmando-se incapaz,

  Divina da Conceição,

  Mudou-se caçando ouro

  Na fazenda do Lajão.


  5 Foi grande a infelicidade

  Do irmão Juquinha Teixeira,

  Não mais ajudou nos passes

  E tombou na bebedeira.


  6 Falando em grande cansaço,

  Largou-nos o irmão Joaquim,

  Mas foi visto obsedado

  Comendo terra e capim.


  7 Fez muita falta, no Centro,

  A nossa irmã Lia Ernesta,

  Não quis mais servir de médium

  E morreu em vinho e festa.


  8 Reclamando contra os Céus,

  Adão, de Campina Rasa,

  Escondido num recanto,

  Nunca mais saiu de casa.


  9 Liliu deixou de servir,

  Afirmando-se magoado,

  Mais tarde estava na rua

  Revelando-se aleijado.


  10 Vendo o trabalho aumentando

  No Centro, sempre mais cheio,

  Gil falou que precisava

  Morar no Sítio do Meio.


  11 Deixou-nos para beber

  O amigo Tito Mateus;

  Embriagado gritava

  Que “O mundo é bola de Deus”.


  12 Mas atitude infeliz

  Foi a de Tuca Medina,

  Desertou de casa e Centro

  E caiu na jogatina.


  13 Doeu-nos o afastamento

  De Lino, bom companheiro;

  Quis viver, de luta em luta,

  Por mais terra e mais dinheiro.


  14 Vi muitos médiuns no mundo

  Com tarefa interrompida,

  Mas se acharam simplesmente

  Com mais privação na vida.


  15 Muitos encontro no Além,

  Com alarde ou sem alarde,

  Lamentando o que fizeram

  Mas chorando muito tarde.


.Cornélio Pires


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir