Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Gotas de luz — Casimiro Cunha


20


Sementes do caminho

  1 Tem cuidado, estrada afora,

  Sofrendo, sorrindo, amando…

  Enquanto a galinha dorme,

  A raposa está velando.


  2 Entre as maldades da Terra,

  Não te percas, meu amigo;

  Se fores ver algum lobo,

  Conduze algum cão contigo.


  3 Vigia sobre ti mesmo

  Se queres a própria cura,

  Que os erros da Medicina

  Não saem da sepultura.


  4 Não te afastes do equilíbrio:

  Sobriedade nunca é pouca.

  Quando é fácil a receita,

  A despesa é sempre louca.


  5 Em teus hábitos no mundo,

  Não permaneças dormindo.

  A loucura inventa as modas

  E a tolice vai seguindo.


  6 Se um dia fores bigorna,

  Seja a calma o teu segredo;

  Mas quando fores martelo,

  Rebate forte e sem medo.


  7 Teme apenas a ti mesmo

  Na esfera de teu dever.

  Quem se amedronta consigo

  Nada mais tem a temer.


  8 Fala pouco e pensa muito.

  Não gastes verbo ilusório.

  De palavras em palavras,

  Caímos no purgatório.


  9 Procura a simplicidade,

  Não gabes a própria sorte;

  Por enquanto, não chegaste

  À grave questão da morte.


  10 Buscas a paz do infinito

  E a claridade sem véu?

  Trabalha e auxilia o mundo,

  Guardando a visão do céu.


.Casimiro Cunha


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir