Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Chico Xavier: O Primeiro Livro — Autores diversos

Parte II — Chico Xavier: Versos por ele mesmo

19


Olhos de freira

1 Olhos de freira, triste e magoados,

Sob o guante das dores mais severas,

Olhos que não contemplam primaveras,

Primaveras das flores dos pecados.


2 Olhos calmos e lindos, aureolados,

De irradiações formosas, mas austeras,

Grandes e belos, olhos sossegados,

Longe do mundo, longe das quimeras…


3 Quem poderá dizer qual o mistério,

Desses olhos de dúlcida piedade,

Sempre fitos no azul do espaço etéreo?


4 Talvez alguma dor desconhecida,

Existe sob o véu de suavidade,

Desses olhos que sonham noutra vida!


.Francisco Xavier


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir