Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Chico Xavier: O Primeiro Livro — Autores diversos

Parte II — Chico Xavier: Versos por ele mesmo

36


Aconselhando-me

1 Abre-te, coração, aos dúlcidos ensinos,

D’Aquele que entregou Sua alma angelical,

Nos braços de uma cruz, o lúcido Zagal, W

Supremo executor dos arestos divinos.


2 Que possas sempre ser a intérmina caudal,

Qual a fonte do bem em jorros cristalinos,

Ou de raios de luz, excelsos, diamantinos,

Da verdade que brilha esplêndida e imortal.


3 Não te afastes jamais do modelo maior,

Jesus — toda expressão de sublimado amor,

Luminoso fanal, de suma perfeição;


4 Não te enveredes pois, nos vícios e nos crimes,

Procura o belo e o bom, do mal não te aproximes,

Sê pureza e sê paz, sê luz e sê perdão!


.Francisco Xavier


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir