Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Chico Xavier: O Primeiro Livro — Autores diversos

Parte III — Chico Xavier: Psicografia

29


Mensageiro

  1 Abri minhalma para os sofredores

  Na vastidão serena dos Espaços,

  Eu que na Terra tive sempre os braços

  Presos à cruz tantálica das dores.


  2 Epopeias de Sons e de Esplendores,

  E os prazeres mais pobres, mais escassos,

  E o mistério dos célicos abraços,

  Dos Perfumes, das Preces e das Cores;


  3 Tudo isso não vejo e vejo apenas

  O turbilhão das lágrimas terrenas

  — Taça imensa de gotas amargosas!


  4 Da piedade e do amor eu trago o círio,

  Para afastar as trevas do martírio

  Do silêncio das noites tenebrosas.


.Cruz e Souza



Na sessão de 12 de julho de 1933.

Essa mensagem foi também publicada pela FEB e é o 13ª soneto do 26º capítulo do livro “Parnaso de Além-Túmulo


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir