Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Ponto de encontro — Jair Presente


14


Petição não muito própria

  1 Dos companheiros de grupo,

  Era ele o pedinchão,

  Solteiro, aos trinta, seu nome:

  Benedito Salomão.


  2 Quando chegava o momento

  Do Guia comunicar-se

  Ei-lo a rogar, compungido,

  Sem reserva e sem disfarce:


  3 — “Irmão Pinheiro, recorda

  Os assuntos de meu caso,

  O meu problema difícil

  Vem sofrendo grande atraso…”


  4 O guia escutava, atento,

  Ao modo de homem antigo…

  Depois, falava, sereno:

  — “Muita calma, meu amigo!…”


  5 No entanto, em sessão seguinte,

  Eis Salomão no clamor:

  — “Irmão Pinheiro, relembra!…

  Ampara-me, por favor.”


  6 O Guia fitava as mães

  E os pobres de olhar aflito,

  Em seguida, replicava:

  — “Mais calma, Irmão Benedito…”


  7 Pinheiro era servidor

  Da tarefa semanal;

  E Salomão prosseguia:

  — “Irmão, estou muito mal…”


  8 O Guia explicava a todos

  Que a provação quando vem,

  É socorro antecipado

  Para o nosso próprio bem!


  9 Entretanto, Benedito

  Em gemidos sempre iguais,

  Clamava: — “Pinheiro amigo,

  Tem dó! Não aguento mais!…”


  10 Em uma sessão tranquila,

  Revelou-se o Irmão Pinheiro:

  “Benedito, eu fui na Terra

  Pequenino sapateiro…


  11 Agora, estou aprendendo

  Sobre socorro e doença.

  Não tenho a telepatia,

  Não percebo o que se pensa…


  12 O que sofres, assim tanto?

  Enfermidade, tristeza?

  Há professores no Além,

  Amparando a natureza…”


  13 Mas Salomão respondeu:

  — “Eu não tenho um mal qualquer!…

  Quero a cura de meu corpo,

  Não sei passar sem mulher…”


.Jair Presente


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir