Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Perante Jesus — Emmanuel


4


Remuneração espiritual

“O lavrador que trabalha deve ser o primeiro a gozar dos frutos.” — PAULO (II Timóteo, 2.6)


1 Além do salário amoedado o trabalho se faz invariavelmente, seguido de remuneração espiritual respectiva, da qual salientamos alguns dos itens mais significativos:

  2 acende a luz da experiência;

  3 ensina-nos a conhecer as dificuldades e problemas do próximo, induzindo-nos, por isso mesmo, a respeitá-lo;

  4 promove a autoeducação;

  5 desenvolve a criatividade e a noção de valor do tempo;

  6 imuniza contra os perigos da aventura e do tédio;

  7 estabelece apreço em nossa área de ação;

  8 dilata o entendimento;

  9 amplia-nos o campo das relações afetivas;

  10 atrai simpatia e colaboração;

  11 extingue, a pouco e pouco, as tendências inferiores que ainda estejamos trazendo de existências passadas.


12 Quando o trabalho, no entanto, se transforma em prazer de servir, surge o ponto mais importante da remuneração espiritual — toda vez que a Justiça Divina nos procura no endereço exato para execução das sentenças que lavramos contra nós próprios, segundo as leis de causa e efeito, se nos encontra em serviço ao próximo, manda a Divina Misericórdia que a execução seja suspensa, por tempo indeterminado.

13 E, quando ocorre, em momento oportuno, o nosso contato indispensável com os mecanismos da Justiça Terrena, eis que a influência de todos aqueles a quem, porventura, tenhamos prestado algum benefício aparece em nosso auxílio, já que semelhantes companheiros se convertem espontaneamente em advogados naturais de nossa causa, amenizando as penalidades em que estejamos incursos ou suprimindo-as, de todo, se já tivermos resgatado em amor aquilo que devíamos em provação ou sofrimento, para a retificação e tranquilidade em nós mesmos.


14 Reflitamos nisso e concluamos que trabalhar e servir, em qualquer parte, ser-nos-ão sempre apoio constante e promoção à Vida Melhor.


.Emmanuel



(Reformador, março 1973, página 77)


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir