Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Chico Xavier: O Primeiro Livro — Autores diversos

Parte III — Chico Xavier: Psicografia

4


Oração aos libertos

  1 Alma embriagada do imortal falerno,

  Segue cantando, no horizonte claro,

  O teu destino esplendoroso e raro,

  Cheio das luzes do porvir eterno.


  2 Mas não te esqueças desse mundo avaro,

  O escuro abismo, o tormentoso Averno,

  Sem as doces carícias do galerno

  Das esperanças — sacrossanto amparo.


  3 Volve os teus olhos ternos, compassivos,

  Para os pobres Espíritos cativos

  Às grilhetas do corpo miserando!


  4 Abre os sacrários da Felicidade,

  Mas lembra-te do orbe da impiedade,

  Onde venceste a carne soluçando.


.Cruz e Souza



Sessão de 08-10-1933.

Nota — Houve ainda em outubro outras reuniões dedicadas à doutrinação, nas quais foram recebidas algumas páginas de prosa e uma poesia que ficaram em poder do Sr. Júlio Leitão, residente em Ubá. [Vide nota nos caps. 36 e 37]

Essa mensagem foi também publicada pela FEB e é o 9ª soneto do 26º capítulo do livro “Parnaso de Além-Túmulo


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir